Delegação Regional Açores

Diário dos Açores

As emoções em tempos de guerra

21.Março.2022

"Após dois anos de pandemia quando, finalmente, começamos a respirar com algum alívio, deparámo-nos com a devastadora notícia de que a guerra tinha começado na Ucrânia. Multiplicam-se as notícias de violência e de injustiça e a imprevisibilidade e a impotência instalam-se no nosso dia-a-dia, despertando em nós a sensação de já ter esgotado todos recursos para lidar com a incerteza." Artigo de Opinião de Filipa Cabral.

Ler Mais

Diário dos Açores

Empaticamente falando

17.Março.2022

"Enquanto se tratar de reunir condições para que “lá longe” tenham mantimentos, seremos. E quero acreditar que também o seremos quando se tratar de os receber, pelo menos, nas nossas ilhas." Artigo de opinião de Andreia M. Pereira no Diário dos Açores.

Ler Mais

Diário dos Açores

Saúde Mental e Género

14.Março.2022

"Os estudos mostram que homens e mulheres apresentam diferenças ao nível da sua saúde, tanto física como mental. As causas biológicas não são suficientes para explicar o sofrimento psíquico." Artigo de opinião de Carla Rocha, Membro da Delegação Regional dos Açores.

Ler Mais

Diário dos Açores

Incongruência do congruente: “Carnaval sem pausa”

07.Março.2022

"Mais um ano no qual a pandemia leva a festa e deixa a saudade dos tempos de liberdade de viver. Mais um ano de condicionalismos em prol da saúde física de todos. E a saúde psicológica? Como fica? Como a protegemos deste “não poder viver”?" Artigo de opinião de Carla Rocha, Membro da Delegação Regional dos Açores da Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Ler Mais

Diário dos Açores

Contra armas, amor!

28.Fevereiro.2022

"Não pudemos evitar a guerra entre a Rússia e a Ucrânia, mas estamos conscientes do papel que podemos ter na promoção de uma cidadania mais justa, solidária e respeitadora das diferenças." Artigo de opinião no Diário dos Açores escrito por Paula Domingues, Vogal da Delegação Regional dos Açores.

Ler Mais

Diário dos Açores

Como funciona a mente humana. A felicidade é possível?

23.Fevereiro.2022

"A espécie humana, tal como outras espécies surgiu no fluir da vida do planeta terra. Adaptarmo-nos aos ambientes e prosperar revelaram-se tarefas exigentes. Em termos evolucionários, a mente humana foi programada para sobreviver e não para que sejamos felizes." Artigo de opinião de Emília Macedo a convite da Delegação Regional dos Açores, no Diário dos Açores.

Ler Mais