Qualidade

A Direcção da Ordem dos Psicólogos Portugueses entende que a Qualidade é o factor chave desta instituição e que a mesma é assumida e interiorizada por todos os colaboradores.

Política da Qualidade

A Ordem dos Psicólogos Portugueses defende uma melhoria contínua na prestação de serviços de qualidade, com pessoal qualificado, que garanta a confiança e a credibilidade dos seus serviços. Como tal, há o compromisso assumido, desde 31 de Maio de 2010, na melhor e contínua formação dos seus funcionários e membros, para que seja uma prestação eficiente, no mais estrito cumprimento legal (Lei Nº57/2008, de 4 de Setembro), regulamentar e da ISO 9001.

Para a implementação do sistema de gestão da qualidade foi fundamental a disponibilização de informação, documentação e esclarecimento legal e técnico aos Membros, sendo esta uma prioridade para a Ordem dos Psicólogos, premiando continuadamente a comunicação.

O trabalho desenvolvido tem como objectivo a satisfação dos Membros.

Para o implementar foram definidos:

a) Os processos existentes e as respectivas sequências e interacções;

b) Os critérios e métodos requeridos para assegurar a operação e o controlo eficazes dos processos;

c) Os métodos para a obtenção dos dados que suportam a operação e a monitorização dos processos;

d) O modo de planeamento, execução, medição e análise dos resultados dos processos; e

e) O modo de acção em função dos resultados obtidos nos processos, tendo em vista a melhoria contínua.

Os processos são geridos de modo a respeitar o cumprimento das cláusulas da Norma ISO 9001.

qualidade_small.png
Clicar para ampliar

Âmbito da Certificação

O âmbito do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) é a promoção, desenvolvimento e implementação de todas as acções necessárias à melhoria contínua dos serviços prestados pela Ordem, inerentes à inscrição, atendimento aos Membros e fornecimento de produtos/serviços relevantes ao processo de inscrição e actividade de atendimento ao público.

Nomeadamente a alínea b) do artigo 61º da Lei Nº 57/2008, de 4 de Setembro: “b) Ser apoiado pela Ordem para defesa dos seus direitos e interesses profissionais;”

A Instituição

As funções e suas inter-relações, incluindo as responsabilidades e autoridades dentro do SGQ, são definidas e comunicadas para facilitar a gestão.

Todos os colaboradores cumprem os requisitos mínimos da função em que estão enquadrados e são responsáveis por realizar a qualidade em termos de autocontrolar o que fazem face à respectiva documentação aplicável e tendo em mente o cumprimento da Política da Qualidade (PQ) estabelecida.

No cumprimento da ISO 9001, a Direcção encontra-se comprometida no desenvolvimento e na implementação do SGQ e na melhoria contínua da sua eficácia, assegura que os requisitos do Membro são conhecidos e satisfeitos, estabelece e divulga a PQ e os objectivos e conduz as revisões do Sistema.

Para que seja possível o desenrolar do SGQ, a Direcção disponibiliza os recursos adequados.

A Direcção cumpre a legislação em vigor, conhece e considera as necessidades dos seus Membros em termos de prestação de serviços, indo ao seu encontro.

Revisão do Sistema pela Gestão e Objectivos da Qualidade

A Direcção conduz as revisões do SGQ pelo menos anualmente (no início do ano civil), no intuito de assegurar que o mesmo se mantém apropriado, adequado e eficaz. Nesta reunião são ainda avaliadas as oportunidades de melhoria e eventuais necessidades de alterações do SGQ (inclusive da PQ e dos objectivos).

Para a realização da revisão do sistema pela Gestão são levados em consideração: Resultados de auditorias, retorno da informação dos Membros, retorno do desempenho dos processos, estado das acções correctivas e preventivas, seguimento de acções resultantes de anteriores revisões do sistema.

A Direcção estabelece os Objectivos/Indicadores e respectivas métricas da Qualidade (após a revisão do SGQ), os quais devem ser mensuráveis e consistentes com a PQ. Os métodos para atingir os objectivos são planeados em termos de tarefas a realizar, responsáveis e prazo. Os objectivos/indicadores e respectivos planeamentos para os atingir são acompanhados.

A Direcção disponibiliza os recursos humanos, equipamentos, infra-estruturas para atingir os objectivos previstos.

Sempre que necessário, efectua reuniões de ponto de situação com os colaboradores, onde são tratados e analisados diversos assuntos. As decisões gerais são divulgadas pelos canais de comunicação estabelecidos.