Ordem dos Psicólogos

Certificação APCER

DRM - Programa DIS: A Importância do Autocuidado

08.Junho.2018

Em: Delegação Regional Madeira

Incentivamos a sua participação na conferência "Programa DIS: A Importância do Autocuidado", que terá lugar no dia 22 de junho de 2018, no Auditório do Instituto de Segurança Social da Madeira, onde abordaremos questões relacionadas com a Supervisão, o Desenvolvimento Pessoal e estratégias para a construção e implementação de grupos de Intervisão na RAM. Para isso, contaremos com a participação de vários especialistas: Gabriela Moita, Miguel Ricou e Artur Moura Queirós.

O Programa de Desenvolvimento Pessoal, Intervisão, Supervisão (DIS) surge da identificação, junto dos psicólogos da Região Autónoma da Madeira (RAM) da necessidade do desenvolvimento de um programa que vise incentivar e promover condições para a prática da intervisão, supervisão e desenvolvimento pessoal, profissional e científico dos mesmos.

O isolamento, as solicitações múltiplas e diversificadas, a intervenção em diferentes contextos e o escasso acesso a redes de apoio, obrigam à reflexão sobre as necessidades centrais para a qualidade da prática profissional e promoção do bem-estar dos psicólogos, visando a diminuição dos riscos psicossociais e pessoais.

Este programa assenta em 4 eixos:
Acesso à formação em modelos de supervisão e intervisão
Criação de condições logísticas para a prática (Ex: Grupos de intervisão, salvaguarda da confidencialidade e apoio administrativo)
Realização de sessões com especialistas na Área;
Contacto, sensibilização e colaboração com as instituições que integram psicólogos nos seus quadros, com o objectivo de uma prática supervisionada.
Quando falamos de desenvolvimento pessoal e profissional, referimo-nos à necessidade do psicólogo ter um conhecimento aprofundado sobre o seu principal instrumento de trabalho: ELE PRÓPRIO.
Ferramentas, como a supervisão e a intervisão, são essenciais para este desenvolvimento, com repercussões no bem-estar pessoal e profissional, prevenindo o burnout e o isolamento.

De acordo com Donaldson-Feilder e Bush (2008) os principais objetivos da supervisão são: Permitir aos participantes avaliar em que medida estão a responder às necessidades dos seus clientes; refletir a sua própria prática e questioná-la; permitir a exposição segura de assuntos específicos relativos à prática profissional; assegurar o cumprimento de padrões éticos elevados.

Já a intervisão, consiste em treinar/reforçar/consolidar metodologias e técnicas específicas num grupo de igual hierarquia. Permite desta forma desenvolver conceitos teóricos prévios, adquirir novos conhecimentos e perspetivas, em suma aumentar a experiência teórica e prática de quem participe nos grupos de intervisão através da partilha de experiências profissionais e pessoais.

Pretende-se assim, valorizar e defender a psicologia como ciência e profissão, os psicólogos, os clientes e a qualidade do serviço.

Inscrições esgotadas

Programa

09h00. Registo dos participantes

09h30. A importância do autocuidado: Abertura
Augusta Aguiar - Presidente do Instituto de Segurança Social da Madeira
Renato Gomes Carvalho - Presidente da Direção Regional da Madeira (DRM) da OPP

09h45. A importância da supervisão e desenvolvimento pessoal na formação contínua do(a) psicólogo(a) / Gabriela Moita
Moderadora: Cristina Aguiar

10h45. Intervalo

11h15. Intervisão: a promoção da excelência profissional / Miguel Ricou
Moderadora: Cláudia Pereira

12h00. Equipas de alto rendimento / Artur Moura Queiroz
Moderadora: Mónica Nóbrega

13h00. Pausa para almoço

14h30. Debate Olhar para dentro: do desenvolvimento pessoal ao desenvolvimento profissional / Gabriela Moita & Miguel Ricou

Moderadora: Paula Mesquita

15h30. Encerramento


Local: Auditório do Instituto de Segurança Social da Madeira, Funchal