Ordem dos Psicólogos

Certificação APCER

"A Teu Lado - Quebrar o ciclo intergeracional da violência"

22.Abril.2022

"A Teu Lado - Quebrar o Ciclo Intergeracional da Violência" é um projecto-piloto, promovido pela Comissão Nacional da Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens (CNPDPCJ), com financiamento dos EEAGrants, que implementará e testará acções no sistema de protecção nos territórios de Amadora, Loures, Seixal, Faro e Loulé. A Ordem dos Psicólogos Portugueses associa-se a este projecto, enquanto entidade parceira.

O lançamento do projecto "A Teu Lado" decorre no próximo dia 28 de Abril, às 10h30m, no Centro de Informação Urbana de Lisboa (CIUL).

Para assistir ao lançamento do projecto deverá fazer a sua inscrição aqui.
Programa disponível aqui.

"A Teu Lado - Quebrar o Ciclo Intergeracional da Violência"

As crianças marcadas pela violência doméstica são muitas vezes entendidas como vítimas "secundárias", quer dentro do sistema de apoio e jurídico, quer por entidades que trabalham com crianças e jovens.

Os numerosos estudos realizados são inequívocos, no que se refere aos danos causados nas vítimas crianças e referem a transmissão intergeracional da violência, graves impactos psicológicos, de saúde, comportamentais e socioeconómicos. Em situações de homicídio, esse impacto é brutal e a vida das crianças e famílias muda de forma indelével.

A intervenção precoce e capacitada é essencial para quebrar o ciclo da violência doméstica!

A Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens, como entidade de referência para a efetiva concretização dos Direitos Humanos de todas e de cada uma das crianças em Portugal, contribui para a planificação da intervenção do Estado e para a coordenação, acompanhamento e avaliação da ação dos organismos públicos e da comunidade, na promoção dos direitos e proteção das crianças e jovens.

Neste contexto, nasce o A Teu Lado, um projeto-piloto, promovido pela CNPDPCJ, com financiamento dos EEAGrants, que implementará e testará ações no sistema de proteção nos territórios de Amadora, Loures, Seixal, Faro e Loulé.

Tem como principais objetivos:

• Apoiar e responder às crianças, no(s) dia(s) seguinte(s) ao episódio de violência doméstica registado pela polícia ou outro interveniente, em articulação com os seus familiares, tendo em conta que o agressor normalmente faz parte desta unidade familiar.
• Desenvolver uma ação preventiva contra a normalização da violência de género e quebrar os ciclos de vitimização e agressão.
• Criar um atendimento especializado a crianças que perdem seus pais ou representantes legais em resultado de homicídio no contexto de violência doméstica.
• Desenvolver uma Intervenção coordenada entre o sistema nacional de proteção da infância e juventude e a rede nacional de apoio às vítimas de violência doméstica, no âmbito das respetivas competências.