Ordem dos Psicólogos

Certificação APCER

Simpósio Inter-Religioso e Interdisciplinar

«É fundamental aproveitar o conhecimento dos psicólogos», garante Bastonário

07.Outubro.2011

Telmo Mourinho Baptista afirma que a classe lida diariamente com o sofrimento humano, leva a cabo investigações importantes e tem tido um papel preponderante na humanização dos cuidados de saúde, e por isso toda esta experiência deve ser colocada à disposição dos utilizadores dos serviços de psicologia.

O Bastonário da Ordem dos Psicólogos marcou presença no Simpósio Inter-Religioso e Interdisciplinar, que teve lugar na Fundação Calouste Gulbenkian, esta terça-feira, em Lisboa. Telmo Mourinho Baptista integrou um painel de oradores de destaque, ligados à Saúde e à religião, presidido por Leonor Beleza, presidente da Fundação Champalimaud e moderado pelo Coordenador Nacional da Pastoral da Saúde, Monsenhor Vítor Feytor Pinto.

No painel, dedicado ao tema «Acompanhamento Espiritual e Religioso em Cuidados de Saúde», participaram, entre outros, o Bastonário da Ordem dos Médicos, José Manuel Silva, a Bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Maria Augusta de Sousa e o Presidente da Associação Portuguesa dos Administradores Hospitalares, Pedro Lopes.

Os psicólogos trabalham particularmente as questões das vulnerabilidades, muitas delas ligadas à doença, que colocam em causa valores e crenças e levam ao questionar do significado da vida. Segundo Telmo Mourinho Baptista estas questões não surgem apenas nas classes mais esclarecidas, mas são transversais a todas as condições sociais e económicas. O Bastonário apontou um estudo levado a cabo em Évora, que demonstrou que pessoas com um nível escolar mais baixo mostravam as mesmas «preocupações existenciais» que as mais esclarecidas.

Telmo Baptista revelou também que existem teses de Mestrado em Portugal sobre como é que os psicólogos «sentem estas necessidades» das pessoas e como é que as atendem. Garante assim que todas estas intervenções e estudos nacionais e internacionais já permitem aos psicólogos «apontar e soluções de intervenção» e portanto «têm que ser aproveitados».

O Bastonário lamentou ainda o desperdício de conhecimento que se verifica no nosso País e garantiu que é fundamental aproveitar todo este conhecimento e experiência dos psicólogos. Diariamente estes profissionais de saúde lidam com a dor, o sofrimento e a morte nos hospitais. Também nos cuidados paliativos os psicólogos têm tido um papel muito importante bem como na humanização dos cuidados de saúde. Telmo Baptista garante que os psicólogos estão preocupados com o bem-estar psicológico das pessoas e que estão a levar a cabo um excelente trabalho nesse sentido.

Telmo Mourinho Baptista ressalvou ainda que é importante apostar na formação «sobretudo na formação que mude as atitudes das pessoas» e que as leve a agir, «porque isto de ter conhecimentos é muito importante, mas de facto não chega».

No final da sua intervenção, o Bastonário reiterou a disponibilidade da Ordem dos Psicólogos Portugueses para colaborar na formação dos profissionais da área da psicologia clínica, para que estejam sensíveis às necessidades espirituais dos pacientes e possam mobilizar os recursos necessários à satisfação dessas necessidades. A Ordem dos Psicólogos Portugueses colaborará com o grupo inter-religioso de trabalho, que foi constituído neste encontro. Este grupo, composto pelos vários movimentos religiosos existentes em Portugal, promove a reflexão e o acompanhamento espiritual e religioso nos hospitais.