Ordem dos Psicólogos

Certificação APCER

Bastonário da Ordem dos Psicólogos alerta Ministro da Educação: é urgente resolver situação dos psicólogos nas escolas

26.junho.2024

*Atualizada - Aviso foi deixado numa carta escrita ao ministro depois de uma reunião com 90 psicólogos das escolas públicas. Francisco Miranda Rodrigues pede reunião ao ministro para discutir este e outros temas. Ministro já respondeu à comunicação social

O Bastonário da Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP), Francisco Miranda Rodrigues, alerta o Ministro da Educação, Ciência e Inovação, Fernando Alexandre, para a urgência de se resolver a situação dos psicólogos nas escolas a tempo da preparação do novo ano letivo. Há cerca de 500 psicólogos cuja continuidade nas escolas ainda não está assegurada, e outros tantos que aguardam todos os anos por uma recondução. Numa carta enviada ao Ministro, o Bastonário defende a importância da continuidade das intervenções psicológicas nas escolas e de uma resposta atempada, que permita a adequada preparação do próximo ano letivo.

"Vemos com grande preocupação a necessidade de assegurar a continuidade e qualidade das intervenções dos psicólogos junto da população escolar, garantindo que se cumpre a vinculação destes profissionais referida em Orçamento do Estado", pode ler-se na carta.


O Bastonário sublinha que deve ser também assegurada a "continuidade dos Psicólogos do Programa Nacional de Promoção do Sucesso Escolar", incluídos inicialmente como uma medida extraordinária para mitigar os efeitos da pandemia, mas cujo relatório veio demonstrar a relevância destes psicólogos nas escolas.


Francisco Miranda Rodrigues defende ainda ser "importantíssimo que a informação sobre a respetiva continuidade" dos psicólogos nas escolas "saia a tempo da preparação do próximo ano letivo (junho/julho)".


Na carta enviada ao Ministro, a Ordem dos Psicólogos Portugueses mostrou-se ainda disponível para contribuir para a criação de uma rede de serviços integrados, entre educação, saúde e segurança social, que permita uma melhor gestão de papéis e recursos.


Para falar sobre estes e outros temas, o Bastonário pediu para ser recebido em audiência.

Para ler a carta completa clique aqui.

Na sequência do comunicado da Ordem dos Psicólogos Portugueses, o ministro foi questionado pela comunicação social e garantiu a continuidade dos psicólogos nas escolas. Consulte a notícia da imprensa aqui.