Outros Apoios

FÓRUNS

 

REDES DE AGENTES OPP DE COMPORTAMENTO PRÓ-SOCIAIS E PRÓ-SAÚDE

Esta rede, já com mais de 300 agentes, distribui-se por todos os distritos de Portugal continental, e pelas R.A.Madeira e R.A.Açores, em mais de 100 concelhos, o que possibilita, numa acção concertada, identificar necessidades específicas das comunidades e promover a adequabilidade, disseminação e acessibilidade de material OPP de apoio à população no âmbito da COVID-19. Para integrar a Rede de Agentes OPP de Comportamentos Pró-sociais e Pró-saúde, assumindo um papel de mobilizador social para a adopção de comportamentos pró-sociais e pró-saúde face à pandemia COVID19, em articulação com o Gabinete de Crise da OPP, solicitamos que preencha este questionário.

 

INVESTIGAÇÃO

Via Verde de apoio OPP para a Investigação Científica em Saúde Psicológica e Mudança Comportamental

Para mais informações sobre esta iniciativa, clique aqui.

Projectos já aprovados: 

- "Uso atual da tecnologia de consulta on-line por psicólogos e outros profissionais de saúde mental no contexto da pandemia COVID-19."
Investigador responsável: João Salgado
A EFPA, no âmbito do "EFPA Project Group on eHealth" (cuja representação da OPP é assegurada por João Salgado), está a realizar um levantamento da situação atual relativamente ao teleatendimento durante a crise COVID-19. Ajude-nos a ter uma ideia do que se passa e das necessidades existentes no terreno. Clique aqui para aceder ao questionário.

"Impacto Psicossocial da COVID-19 na população portuguesa "
Investigadora responsável: Andreia Teques
O presente estudo, desenvolvido por membros do Núcleo de Investigação do Instituto Politécnico da Maia, pretende compreender o impacto psicossocial do estado de emergência atual. O estudo poderá contribuir para evidenciar as melhores práticas e comportamentos de ativação de saúde e qualidade de vida.
Solicita-se a sua colaboração através do preenchimento do seguinte questionário: https://forms.gle/qqvopAiQf9rYXAfv7

- "Impacto do isolamento social devido à pandemia COVID-19 no bem-estar de crianças e adolescentes"
Investigadora responsável: Rita Francisco
"O confinamento social em que nos encontramos devido à pandemia COVID-19 é uma situação nova e causadora de stress para todos nós. Acha que o seu filho está mais irritável, triste ou preocupado do que o habitual? Ao participar neste estudo, estará a ajudar a compreender o impacto desta situação no bem-estar das crianças e adolescentes, para que os psicólogos possam ajudá-los a lidar melhor com o período pós-isolamento e com situações semelhantes no futuro." https://ucpcienciashumanas.eu.qualtrics.com/jfe/form/SV_4GYvud1O32ozp2t

- "COVID-19: Estudo Transcultural sobre os Efeitos de um Stressor Global nas Relações Conjugais"
Investigadora responsável: Ana Paula Relvas
O mundo encontra-se atualmente a lidar com uma situação pandémica com graves efeitos a nível pessoal, profissional, social, mas também familiar. Esta é um janela de oportunidade para a ciência e, por esse motivo, está a ser desenvolvido um estudo internacional em mais de 30 Universidades de países afetados pela COVID-19 (p. ex., Portugal, Coreia do Sul, Estados Unidos da América, Itália), com o objetivo de descrever e compreender os efeitos stressores desta doença nos indivíduos e nas suas relações conjugais. Este estudo é coordenado pela Professora Ashley Randall (Universidade do Estado do Arizona), sendo a investigadora responsável pela equipa portuguesa a Professora Ana Paula Relvas (Universidade de Coimbra).
Solicitamos a sua colaboração neste estudo, através do preenchimento do questionário e/ou da sua divulgação junto da vossa rede de contactos. Para tal basta seguir este link:
COVID-19: Efeitos na Conjugalidade
O seu contributo é muito importante para que possamos compreender e ajudar os casais nesta fase de crise pandémica e, desde já, agradecemos a sua participação. | Consulte aqui o relatório com resultados preliminares.

- "Abordagens à aprendizagem e situação de isolamento por COVID 19"
Investigador responsável: Pedro Taborda
" Como resposta aos efeitos da pandemia de COVID-19 pretende-se investigar de que forma o isolamento social teve efeitos nas abordagens à aprendizagem dos estudantes de ensino superior. O presente estudo é conduzido por mim, enquanto investigador independente e pretende trazer mais dados sobre o impacto do isolamento social, em contexto pandémico, na aprendizagem. Pretende-se que com mais dados e informação validada se consiga preparar futuras situações e desenvolver métodos promotores de abordagens adequadas, caso necessário. Muito obrigado pela sua colaboração neste estudo". https://bit.ly/3dVRu06

- "Como lido com a Pandemia COVID-19: Fatores psicológicos associados"
Investigadora Responsável: Sónia Costa
Núcleo de Investigação em Ciências Sociais e Humanas da ESEC (NICSH) integrado no Centro do Desenvolvimento do Potencial Humano do Instituto de Investigação Aplicada do Instituto Politécnico de Coimbra (I2AIPC).
Sendo a pandemia COVID-19 uma emergência de saúde pública que gera extrema preocupação internacional é importante recolher dados que permitam o desenvolvimento de estratégias de intervenção que reduzam os impactos psicológicos negativos associados a este fenómeno. De uma forma mais concreta, o objetivo do estudo é estabelecer a prevalência de sintomas psicológicos e identificar o impacto e a forma como variáveis como a confiança no sistema, a confiança no governo, a confiança nos outros, a personalidade, a ansiedade, o stress e a depressão interferem na forma como as pessoas lidam com as ameaças (reais e imaginárias) da pandemia COVID-19 e com a situação de isolamento social imposta pelo estado de emergência. Os resultados desta investigação poderão auxiliar entidades governamentais e profissionais de saúde e da educação, na implementação de estratégias e ações conjuntas, de modo a minimizar os impactos psicológicos negativos dos efeitos da pandemia na saúde mental e salvaguardar, no futuro, o bem-estar psicológico da comunidade face à rápida expansão do surto de COVID-19 (ou outras pandemias) em Portugal e nos diferentes países do mundo.
Link para aceder ao questionário: Clique aqui para aceder ao Questionário 

- "Retido/a em isolamento social: Respostas emocionais e comportamentais na crise de pandemia por COVID-19"
Investigadora Responsável: Carla Cunha
Este estudo pretende avaliar respostas emocionais e comportamentais desencadeadas pela pandemia por COVID-19 e subsequente medida de isolamento/confinamento social. Além disso, pretende-se avaliar a adoção de comportamentos de autocuidado e de proteção da saúde face ao contágio e sua relação com a saúde psicológica dos/as inquiridos/as. Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Breve Rastreio Emocional em tempos de COVID-19"
Investigador Responsável: Ricardo João Teixeira
Investigadores do Centro de Investigação em Neuropsicologia e Intervenção Cognitivo-Comportamental (CINEICC) da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra (FPCEUC), em parceria com investigadores do Instituto Superior de Engenharia do Porto, da Universidade de Aveiro e da Universidade Autónoma de Lisboa, lideram um estudo nacional de rastreio emocional. Segundo Ricardo João Teixeira, coordenador desta investigação, considerando o actual estado de pandemia pela COVID-19 em Portugal, e de forma breve e acessível, este estudo visa compreender alguns dos indicadores de saúde mental da população portuguesa. Com recurso a duas medidas (uma medida 'negativa' que avalia sofrimento emocional, ansiedade, depressão, revolta e necessidade de ajuda; e uma medida 'positiva' que avalia relaxamento, equanimidade, atenção, consciência e harmonia), os dados serão comparados com um conhecido inventário de saúde mental. O medo e a ansiedade em relação à transmissão da COVID-19, e as dificuldades em lidar com o isolamento social, apesar de serem respostas comuns e normativas perante a situação de incerteza que se vive, podem potenciar a agudização de outras emoções negativas fortes e influenciar significativamente o bem-estar psicológico das pessoas e das suas famílias. Desta forma, estes instrumentos rápidos e fiáveis (screening) são essenciais para identificar o sofrimento emocional durante este período, na medida em que auxiliarão no estabelecimento de medidas de intervenção ajustadas, assim como na diminuição do impacto psicológico futuro. Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Utilização das novas tecnologias no âmbito do acompanhamento psicológico"
Investigadora Responsável: Artemisa Dores
A presente investigação está a ser conduzida por investigadores do Laboratório de Reabilitação Psicossocial da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico do Porto e do Laboratório de Neuropsicofisiologia da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, tendo como principal objetivo estudar a utilização das tecnologias digitais no âmbito do acompanhamento psicológico durante o período da Pandemia COVID-19 (SARS-COV-2) em Portugal. Para tal, desenvolveu-se um questionário destinado a Psicólogos membros efetivos da Ordem dos Psicólogos Portugueses. Clique aqui para aceder ao questionário. 

- "Avaliação do impacto da Pandemia COVID-19 no Bem-Estar Emocional e no Ajustamento Psicológico dos Profissionais de Saúde e da População em Geral (IMPACTCOVID-19)."
Investigadora Responsável: Montserrat Andrés Villas
Somos uma equipa de investigadores composta por professores e profissionais da Universidade de Huelva, Universidad Loyola Andalucia, Escola Superior de Saúde Atlântica e Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Leiria que estamos a realizar um estudo nacional para conhecer o impacto psicológico que a pandemia COVID-19 (coronavirus) está a ter, quer na população em geral, quer nos profissionais de saúde. A informação obtida com este estudo, vai permitir identificar fatores fundamentais que promovam o melhor bem-estar emocional e o ajustamento psicológico numa situação de crise, como a que estamos a viver atualmente. Para isso, precisamos que os/as participantes respondam a este questionário, de onde retiraremos a informação. A Vossa participação é muito importante! Ajudem-nos a divulgar...
Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Como estão os adultos residentes em Portugal a lidar com a pandemia de COVID-19? Estudo longitudinal do impacto psicossocial da COVID-19 e preditores de ajustamento psicológico"
Investigadora Responsável: Alexandra Ferreira Valente
A atual situação pandémica é um problema significativo que afeta, potencialmente, todos os aspetos da vida de pessoas, países e sociedades. O William James Center for Research, o Applied Psychology Research Center Capabilities & Inclusion e o Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra estão comprometidos em contribuir para a eficácia da resposta interdisciplinar e integral às consequências da pandemia de COVID-19.
A fim de contribuir para este objetivo, este estudo visa monitorizar o impacto da pandemia de COVID-19 e das medidas de saúde pública adotadas na saúde mental, bem-estar, dinâmica familiar e conjugal, e finanças familiares de adultos a residir em Portugal, bem assim como monitorizar como estão os adultos a residir em Portugal a lidar com a pandemia de COVID-19 e as medidas de saúde pública adotadas. Divulgue e participe!
Para mais informação e/ou participar, clique aqui para aceder ao questionário.

- "Estilos de vida, imagem corporal e novos hábitos durante a pandemia de Coronavírus (Covid-19)"
Investigadora Responsável: Artemisa Dores
Gostaríamos de o convidar a participar neste estudo sobre estilos de vida, exercício físico, imagem corporal e outros novos hábitos durante o período de isolamento social, causado pela pandemia de Covid-19. Pode participar desde que tenha idade igual ou superior a 18 anos.
Este projeto tem o apoio da COST | European Cooperation in Science and Technology.
Agradecemos a sua colaboração. Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Vamos mesmo ficar bem?": Auto-compaixão, stress e coping durante e após o período de quarentena por COVID-19."
Investigadora Responsável: Ana Beato
O que tem ajudado as pessoas a lidar melhor com os desafios associados ao confinamento social?
A Consulta de Ansiedade do centro de desenvolvimento PIN - Em Todas as Fases da Vida e a Universidade Lusófona estão a desenvolver um estudo sobre stress, coping e auto-compaixão durante o período de quarentena por COVID-19 em adultos portugueses. Para isso, a colaboração de TODOS é fundamental!
Para participar, basta ser maior de idade e compreender a língua portuguesa. Ajude-nos a ajudar ainda melhor, fazendo parte deste trabalho! Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Compaixão, conexão social e resiliência perante o trauma durante a pandemia COVID-19: Um estudo multinacional"
Investigadora Responsável: Marcela Matos
O mundo está a enfrentar uma crise sem precedentes devido à pandemia COVID-19, com efeitos nefastos na nossa saúde física e mental. Em resposta a estes tempos difíceis, investigadores do CINEICC na Universidade de Coimbra estabeleceram uma equipa multinacional de investigadores de 18 países de todo o mundo com o objetivo de examinar o impacto psicológico desta pandemia e de compreender que fatores podem ser protetores contra as suas consequências negativas na saúde mental.
Apreciaríamos muito toda a ajuda que nos pudesse oferecer, completando o questionário que pode encontrar aqui (selecionando a língua/país pretendido). O questionário leva aproximadamente 30 minutos a completar e ser-lhe-á pedido que repita o preenchimento do mesmo duas vezes no futuro, daqui a 3 e 6 meses. Muito obrigado por considerar fazer parte deste importante estudo!

- "Experiência do/as Sexólogos Clínico/as relativamente à prática profissional durante a pandemia SARS-COV2"
Investigadora Responsável: Patrícia Pascoal
A pandemia que atravessamos implicou para muito/as colegas um reajuste na forma como desenvolvem a intervenção clínica.
Neste estudo, desenvolvido pela Direcção da Sociedade Portuguesa de sexologia Clínica, pretendemos conhecer a experiência e as reflexões do/as especialistas em sexualidade que actuam no âmbito da sexologia clínica. Este é um estudo muito curto, essencialmente qualitativo. Para as respostas ficarem gravadas têm de responder à totalidade do inquérito e carregar em Submeter, de outra forma não fica nada registado. Agradecemos a vossa colaboração e a vossa partilha.
Pode aceder ao questionário aqui.

- "ApartTogether – O impacto da COVID-19 em Migrantes e Refugiados"
Investigador Responsável: Fábio Botelho Guedes
Qual o impacto da pandemia de COVID-19 em migrantes e refugiados em toda a Europa, e quais as medidas tomadas para evitá-la?
O ApartTogether pretende estudar o impacto da COVID-19 na saúde mental e bem-estar dos migrantes e refugiados. Ajude-nos a partilhar este questionário por todas as Organizações e Entidades relevantes. O link contém informações e questionário em várias línguas: www.aparttogetherstudy.org

- "Vivências e perceções individuais e comunitárias no contexto da pandemia COVID-19"
Investigadora Responsável: Alice Murteira Morgado
Este projeto tem por objetivo compreender o modo como as pessoas estão a viver a pandemia COVID-19, sobretudo considerando a forma como cada um interpreta a sua situação, o apoio que tem ou irá receber e as respostas da comunidade e das autoridades. Pretende-se, por isso, estudar em que medida as perceções de cada um quanto à pandemia influenciam o seu bem-estar e saúde individual e comunitária. Clique aqui para aceder ao questionário.

- "O Estudante do Ensino Superior no contexto da pandemia"
Investigadora Responsável: Sónia P. Gonçalves (ISCSP-ULisboa, Centro de Administração e Políticas Públicas)
O ambiente on-line está repleto de atividade em consequência da pandemia de COVID-19, uma percentagem importante é nova e está relacionada com a área da educação. Milhões de estudantes descontinuaram o seu estilo clássico de educação devido à pandemia. O sistema educacional global está a viver transformações, procurando adaptar-se a condições novas e desafiadoras que privam o processo de aprendizagem da interação humana e o transferem para uma virtualização forçada. Os estudantes do ensino superior não são indiferentes a este fenómeno. A educação é um dos pilares da sustentabilidade e do futuro da sociedade, bem como os nossos futuros profissionais. Decorrente disto, o estudo "O Estudante do Ensino Superior no contexto da pandemia" tem como objectivo compreender de que forma a pandemia e as diretrizes de proteção em relação à COVID-19 está a ser vivida pelos estudantes do ensino superior e como esta está a influenciar o seu bem-estar e os seus tempos de não estudo.
Clique aqui aceder ao questionário.

- "Gestão de Pessoas no contexto da Pandemia da Covid-19"
Investigadora Responsável: Sónia P. Gonçalves (ISCSP-ULisboa, Centro de Administração e Políticas Públicas)
A pandemia do COVID-19 está a provocar mudanças e transformações estruturais e irreversíveis nos indivíduos, nas famílias, nas empresas, nos países e no mundo em geral. Haverá uma sociedade "pré" e "pós" COVID-19. Os trabalhadores, os seus contextos de trabalho e organizações têm passado por adaptações diárias decorrentes das medidas de contingência, do teletrabalho e de outras formas de organização do trabalho e situações que têm sido forçadas a emergir. A gestão de recursos humanos assume neste momento um papel chave na gestão de todos estes processos laborais. O estudo"Gestão de Pessoas no contexto da Pandemia da Covid-19" é parte integrante de um projecto mais alargado (PoweR2 Project: Power, Organization and Work: Emerging Resources and Realities) que reúne investigadoras de quatro universidades e a Associação Portuguesa de Gestão das Pessoas (APG). Tem como objectivo sistematizar as mudanças e desafios ao nível da gestão de pessoas decorrentes da vivência da COVID-19, através da auscultação de responsáveis pela Gestão de Recursos Humanos em organizações que atuam em território nacional. Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Reserva Cognitiva e Falhas cognitivas no Período de Confinamento"
Investigador Responsável: Manuel Joaquim Loureiro
O presente estudo incide sobre os possíveis efeitos do confinamento derivado da atual crise pandémica no funcionamento cognitivo de pessoas com idade igual ou superior a 18 anos. Mais especificamente, pretende avaliar a relação existente entre este funcionamento e a reserva cognitiva, nomeadamente avaliar a relação entre reserva cognitiva e falhas cognitivas, detetando um eventual efeito protetor da reserva cognitiva. Desde já, o nosso bem-haja a todas/os quantas/os nos apoiarem. Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Funcionamento e Resiliência da Família no Contexto da Pandemia COVID-19"
Investigadora Responsável: Joana Sequeira
Em contexto de crise, de que é exemplo a situação de pandemia que nos encontramos a viver atualmente, as famílias são particularmente desafiadas no seu dia a dia como famílias e como parte de uma comunidade. Este estudo que pretende compreender como as famílias estão a ajustar-se nas suas relações e funcionamento no quadro da pandemia COVID-19. Agradecemos a sua colaboração. Clique aqui para aceder ao questionário.

- "MHM_Mental Health Matters: projeto de promoção da saúde mental e prevenção seletiva de morbilidade psiquiátrica em Profissionais de Saúde (PS) no âmbito da pandemia por COVID19"
Investigador Responsável: Marco Torrado
Este projeto pretende contribuir para o conhecimento epidemiológico de perturbações emocionais em PS em Portugal durante a situação de pandemia, comparativamente a um grupo da população geral. Integra uma fase de estudo longitudinal de morbilidade e de fatores psicossociais de risco/protecção; e uma outra, de desenvolvimento de e-mental health toolkit específica para PS. Solicitamos o preenchimento do questionário aqui.

- "Impacto Psicológico da COVID-19 numa amostra da população portuguesa"
Investigadora Responsável: Sónia Simões
Este projeto, desenvolvido no Instituto Superior Miguel Torga, pretende estudar os impactos da Covid-19 nos indivíduos e as variáveis que ajudam a diminuir o impacto negativo da situação atual na saúde mental e no bem-estar. São recolhidos dados sobre sintomas psicopatológicos, estratégias de coping utilizadas, grau de otimismo experienciado e características de personalidade protetoras da saúde psicológica. Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Health behavior change during COVID-19 pandemic: the focus on handwashing"
Investigadora Responsável: Gina Tomé
A Equipa Aventura Social encontra-se a realizar um estudo Mundial sobre uma das estratégias mais apontadas para a Prevenção do COVID-19, Lavar as Mãos.
Por favor dedique a isso os seus próximos 15 minutos e ajude-nos divulgando por adultos da sua rede de amigos, que falem inglês. Obrigada. Clique aqui para aceder ao questionário.
On behalf of the Portuguese research team and our research colleagues from around the world, we cordially invite you to take part in a scientific research on changes in handwashing behaviours during COVID-19 pandemic as well as social cognitive determinants of handwashing.
We believe this is important to determine whether we wash our hands in line with the recommendations of global health organizations (such as World Health Organization, WHO), and thus protect ourselves from infections with viruses such as SARS-CoV-19. Based on this study, we also would like get more insight about the best ways to promote handwashing. This study was approved by the Ethics Committee. Any data, obtained in this study will be anonymized and securely stored, in line with GDPR regulations in European Union. The data will be used for research purpose only.

- "Desafios dos psicólogos e psicoterapeutas em intervir remotamente em tempos de Covid-19"
Investigador Responsável: Daniel Sousa
Neste momento de crise pandémica, a Clínica ISPA (ISPA- Instituto Universitário), está a realizar um estudo sobre em contexto online. Muitos psicólogos e psicoterapeutas tiveram de transitar, ou iniciar, a sua intervenção para plataformas online. Nesse sentido, pretende-se compreender quais são os desafios que estão a ser experienciados pelos técnicos, nas intervenções psicológicas e psicoterapêuticas que estejam a realizar.
Vimos assim pedir a colaboração dos colegas para o preenchimento de um questionário que deverá ter uma duração de 8 minutos. Agradecemos antecipadamente a vossa colaboração. Clique aqui para aceder ao questionário. Qualquer questão que queira colocar sobre a investigação, pode contactar Daniel Sousa pelo email daniel.sousa@ispa.pt.

- "Ser cuidador em tempos de pandemia"
Investigadora Responsável: Manuela Leite
A investigação «Ser Cuidador em tempos de Pandemia», pretende avaliar as dificuldades e necessidades dos cuidadores familiares no desempenho da sua função de cuidador durante a Pandemia (COVID-19), sobretudo no que concerne ao apoio formal/informal à prestação de cuidados. A população alvo são, todos os familiares cuidadores de indivíduos que apresentem algum grau de dependência, independentemente da idade (Crianças a idosos) e da condição de base (e.g. Perturbação do espectro do autismo, paralisia cerebral, Síndrome de Down, AVC, demência). Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Trabalhar remotamente em tempo de COVID-19"
Investigador Responsável: Rui Bártolo Ribeiro
A urgência com que muitas empresas se viram forçadas a alterar o modo de trabalho dos seus funcionários, não permitiu uma adequada transição nem tão pouco um teste aos recursos a serem envolvidos numa situação de teletrabalho. Com este estudo, pretende-se identificar fatores organizacionais que estejam a interferir positiva e negativamente no desempenho profissional e, consequentemente, na perceção da satisfação laboral dos colaboradores em trabalho remoto. Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Impacto da COVID-19 na saúde mental dos voluntários e colaboradores da Cruz Vermelha Portuguesa."
Investigador Responsável: Randdy Ferreira
A Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) através da Taskforce para a Área da Saúde Mental e Apoio Psicossocial, que foi constituída para dar resposta à COVID-19, em particular para apoiar os seus voluntários e colaboradores (incluindo as Equipas de Socorro e Transporte), está a desenvolver um estudo longitudinal com o objetivo de descrever o impacto da Pandemia COVID-19 na saúde mental da rede CVP. Equipa de investigação CVP: Randdy Ferreira, Marina Moreira, Inês Ribeiro, Ana Oliveira e Sónia Silva. Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Fatores psicossociais de proteção e de risco para o burnout em profissionais de saúde durante a pandemia de COVID-19"
Investigadora Responsável: Isabel Correia
Este estudo destina-se a ser respondido apenas por médicos/as e enfermeiros/as, e tem como objetivo compreender o impacto de vários fatores psicossociais no burnout nestes profissionais de saúde durante a pandemia do COVID-19. Os resultados poderão contribuir para o desenvolvimento teórico, bem como para informar políticas de prevenção do burnout.
Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Lidar com a Pandemia COVID-19: A Voz dos Jovens"
Investigadora Responsável: Cátia Branquinho
A Equipa Aventura Social da Faculdade de Motricidade Humana/Universidade de Lisboa, coordenada pela Professora Doutora Margarida Gaspar de Matos, encontra-se a desenvolver o estudo "Lidar com a Pandemia COVID-19: A Voz dos Jovens". com o objetivo de compreender o impacto deste vírus na vida dos jovens portugueses (16 aos 24 anos). Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Redes de Apoio Social e Saúde Psicológica em jovens LGBT+ durante a pandemia COVID-19"
Investigador Responsável: Jorge Gato
Dadas as circunstâncias atuais de isolamento social e de partilha do mesmo espaço/ intensificação das relações com a família, os/as jovens LGBT+ poderão encontrar-se numa situação de particular vulnerabilidade no que diz respeito à sua saúde mental. Nesta medida, os objetivos principais desta investigação são, (1) Avaliar a saúde psicológica de um segmento vulnerável da população, isto é, os/as jovens LGBT+ que vivem com os pais, durante a pandemia COVID-19, e (2) Compreender os mecanismos que subjazem à saúde psicológica destes/as jovens. O projeto tem um carácter longitudinal, sendo que na primeira fase do estudo responderam ao inquérito mais de 600 jovens LGBT+.| Consulte aqui o relatório com resultados preliminares.

- "Estudo sobre o impacto da pandemia COVID-19 na saúde sexual em Portugal"
Investigador Responsável: Pedro Nobre
O Grupo de Investigação em Sexualidade Humana da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto lançou um questionário online sobre Saúde Sexual em Portugal
Este questionário destina-se a adultos maiores de 18 anos (que possam dar consentimento) e pretende avaliar o estado da saúde sexual e o impacto das alterações provocadas pela pandemia COVID-19 em Portugal. Este estudo avalia algumas das principais problemáticas relacionadas com a saúde sexual (e.g., dificuldades sexuais, insatisfação sexual, violência sexual, direitos sexuais) bem como saúde mental (e.g., depressão, ansiedade) e procura compreender os seus potenciais determinantes socio-demográficos e psicossociais.
Clique aqui para participar e aceder ao questionário. Se pretender conhecer os estudos desenvolvidos pelo Grupo de Investigação em Sexualidade Humana (SexLab) ou o Programa Doutoral em Sexualidade Humana pode saber mais em: https://www.fpce.up.pt/sexlab/ e em https://www.fpce.up.pt/pdsh/
Se necessitar de mais informação contacte: sexlab@fpce.up.pt.

- "Covid-19: Impacto psicológico nos profissionais de saúde em Portugal"
Investigadoras Responsáveis: Ana Boaventura e Ana Filipa Guimarães
A actual situação de pandemia de COVID-19 veio introduzir mudanças significativas na vida de todas as pessoas. Os profissionais de saúde, pelo seu central e extraordinário papel na luta contra a COVID-19 são, neste momento, um grupo particularmente vulnerável, sendo urgente aferir do seu estado psicológico, bem como das estratégias de coping que utilizam para fazer face a situações de crise como esta que agora se atravessa. Urge ainda compreender quais são os factores protectores no desempenho das suas funções, bem como identificar os factores de risco na prestação de cuidados de saúde.
Esta investigação dirige-se exclusivamente a profissionais de saúde, e consiste no preenchimento de um questionário, com duração aproximada de 15 minutos. É realizada por Ana Boaventura e Ana Filipa Guimarães, enquanto investigadoras independentes. Qualquer dúvida ou questão poderão ser endereçadas para o e-mail: investigacao.covid19@gmail.com.
Aceite desde já o nosso agradecimento pelo seu interesse e participação. Clique aqui para aceder ao questionário.

- "De que forma é que as pessoas estão a vivenciar a situação de pandemia?"
Investigadora Responsável: Patrícia Duarte Pinto
O presente questionário online, elaborado por "Cérebros Sem Preço", pretende compreender as condições laborais, as emoções, e o impacto da quarentena e do isolamento social nas pessoas que vivem em Portugal, maiores de 16 anos. No final, serão apresentados os resultados do impacto que o COVID-19 teve nos participantes a estes níveis, durante a atual situação de pandemia. Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Impacto do COVID-19 na Psicologia Escolar: Atividades e Necessidades"
Investigadora Responsável: Maria do Céu Taveira
Com este projeto, pretende-se monitorizar as atividades dos Serviços de Psicologia e Orientação (SPO) em tempo de COVID-19. Perceber qual o nível de bem-estar dos profissionais de psicologia a trabalhar nos SPO, em tempo de pandemia COVID-19, e monitorizar, até ao final do ano letivo, as áreas prioritárias da sua intervenção psicológica, bem como as atividades e necessidades de apoio mais específicos no âmbito do desenvolvimento de carreira. Com isto, podemos prevenir futuras dificuldades e desenvolver modos mais adequados de intervenção em situações como a que estamos a viver. A sua participação, a partir da resposta ao questionário breve, abaixo, é muito valiosa. Aceda aqui ao questionário.
Escola de Psicologia, UMinho, Associação Portuguesa de Desenvolvimento de Carreira (APDC), com o apoio da CIm do AVE e OPP.

- "Condições da habitação e impactos do isolamento social"
Investigadora Responsável: Isabel Silva
No momento atual é importante compreender como as pessoas estão a reagir à situação de pandemia (COVID-19). Pretendemos conhecer os impactos do isolamento social em consequência desta crise. Nesse sentido, encontramo-nos a desenvolver um estudo intitulado "Condições da habitação e impactos do isolamento social" (investigador responsável: Prof.ª Doutora Isabel Silva, Universidade Fernando Pessoa). Gostaríamos de poder contar com a sua colaboração através do preenchimento do questionário a que pode aceder aqui.

- "Reabilitação cognitiva na lesão cerebral adquirida durante a pandemia COVID-19"
Investigadora Responsável: Ana Lúcia Faria
A presente investigação visa caracterizar a reabilitação cognitiva de pessoas com lesão cerebral adquirida (LCA) durante a pandemia COVID-19, por forma a obter informação passível de contribuir para a criação de uma tecnologia interativa de treino cognitivo remoto, que neste momento está a ser desenvolvida. Neste sentido, solicitamos a colaboração de psicólogos/as no ano profissional júnior ou membros efetivos da Ordem dos Psicólogos Portugueses com experiência na reabilitação cognitiva de população com LCA. Para participar, clique neste link para aceder ao questionário.

- "EUCLID – Comportamentos e perceções de risco no atual contexto do surto Coronavírus"
Investigadora Responsável: Cátia Branquinho
Na tentativa de contribuir para o estudo da pandemia que atualmente atravessamos, e também das expetativas pós-COVID-19, a Equipa AventuraSocial, coordenada pela Professora Doutora Margarida Gaspar de Matos, encontra-se a colaborar com a Universidade de Konstanz no projeto EUCLID - Comportamentos e perceções de risco no atual contexto do surto Coronavírus.
Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Saúde Mental pós Covid-19"
Investigadora Responsável: Paula Isabel dos Santos
No âmbito deste projeto pretendem-se estudar as consequências (através da medição de bem-estar percebido, depressão e ansiedade) da Covid-19 na saúde mental em Portugal bem como a descrição, em termos de intervenção, de alguns casos clínicos, assim de forma prática, visa-se não só a redução dos efeitos nefastos psicológicos da pandemia, mas também a promoção de bem-estar, melhor qualidade de vida e fomento da saúde mental dos portugueses.

- "The Impact of Isolation due to COVID-19 on Psychotic Experiences and Symptoms / O impacto do isolamento devido à situação da COVID-19 nas experiências e sintomas psicóticos "
Investigador Responsável: Nuno Barbosa Rocha
Este projeto pretende analisar a relação entre a situação/condições de confinamento por causa da pandemia da COVID-19 e a manifestação de sintomas próximos da psicose. Os interessados irão preencher alguns questionários em vários momentos para percebermos os efeitos do confinamento ao longo do tempo. Para conseguirmos obter resultados mais robustos é importante a colaboração do máximo número de pessoas. Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Parentalidade e adaptação dos filhos durante a Pandemia da COVID-19: Um estudo transnacional com países Europeus"
Investigadora Responsável: Ana Isabel Pereira
O Laboratório Colaborativo ProChild CoLAB e a Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa estão a conduzir o estudo "Parentalidade e adaptação dos filhos durante a Pandemia da COVID-19: Um estudo transnacional com países Europeus." Este é um estudo transnacional que tem por objetivo conhecer como é que as crianças e os/as jovens e os seus/suas cuidadores/cuidadoras estão a lidar com este período marcado pelo isolamento social e outros desafios que resultam da pandemia COVID-19, que está a afetar diferentes países. Esta investigação envolve investigadores de diferentes instituições e países Europeus, incluindo Portugal, Holanda, Reino Unido, Espanha e Roménia. Se tem um/a filho/a entre os 6 e os 16 anos, está convidado/a a participar neste estudo. Para tal, agradecemos que aceda através do link: https://ulfp.qualtrics.com/jfe/form/SV_8pKXSkJdxSAsHwp Caso não reúna as condições para participar no estudo, pedimos-lhe o favor de divulgar o estudo, partilhando-o entre os seus conhecidos ou nas redes sociais.

- "Regulação Emocional em período de isolamento social: estudo das propriedades psicométricas da versão reduzida da Escala de Dificuldades na Regulação Emocional (EDRE-18) para uma amostra portuguesa"
Investigadora Responsável: Sara M. Fernandes
A investigação para a qual o/a convido a participar - Regulação Emocional em período de isolamento social: estudo das propriedades psicométricas da versão reduzida da Escala de Dificuldades na Regulação Emocional (EDRE-18) para uma amostra portuguesa - pretende analisar a regulação emocional dos portugueses neste período atual de isolamento social, imposta pela pandemia por COVID-19 e, ao mesmo tempo, validar para a população portuguesa a versão reduzida da EDRE. O estudo insere-se no âmbito do trabalho de dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde da estudante Ana Rita Leitão, orientado pela Profª Doutora Sara M. Fernandes e Profª Lara Palmeira, na Universidade Portucalense Infante D. Henrique. Assim, solicitamos a sua resposta a um breve questionário, totalmente anónimo. Os dados recolhidos serão apenas utilizados para fins de investigação e tratados de modo a proteger a confidencialidade e o anonimato das respostas. A participação é voluntária e pode desistir se assim entender e quando quiser.
Para aceder ao questionário clique aqui.

- "Profissionais de saúde e o COVID 19"
Investigador Responsável: Ariel Milton
A pandemia COVID 19 é um desafio para todos. Nesta fase, os profissionais de saúde podem sentir níveis de stress e burnout aumentados. O objetivo deste questionário para o qual pedimos a sua colaboração, destina-se a recolher dados que permitam aumentar o conhecimento e a compreensão sobre o estado emocional dos profissionais de saúde durante a pandemia COVID 19. ESTE QUESTIONÁRIO É ANÓNIMO. OBRIGADO PELA SUA COLABORAÇÃO! Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Desenvolvimento de uma linha de suporte emocional dirigida à comunidade universitária de Coimbra que preste apoio psicológico para a gestão do impacto originado pela COVID-19, permitindo conhecer as dificuldades relatadas pelos contactantes e a avaliação da utilidade da ajuda proporcionada"
Investigadora Responsável: Ana Carvalhal de Melo
Este projeto tem como objetivo principal a criação e implementação de uma linha de apoio emocional dirigida à comunidade universitária de Coimbra para a gestão do impacto da pandemia por COVID-19 e consequentes medidas de contenção - a UCare. Pretende-se igualmente explorar o impacto psicológico determinado pela pandemia e consequente isolamento, conhecer os motivos que levam à procura de ajuda, bem como desenvolver programas de redução do impacto psicológico. Mais informações: UCare (ucare@uc.pt)

- "Perceção de riscos psicossociais, coping, sintomatologia psicopatológica e ideação suicida em profissionais que trabalham no contexto da saúde mental em Portugal"
Investigadora Responsável: Ana Catarina Nunes da Silva
Esta investigação pretende estudar a relação entre a perceção de riscos psicossociais, coping, sintomatologia psicopatológica, ideação suicida e a influência da pandemia nestas variáveis, em profissionais que trabalham no contexto da saúde mental em Portugal, particularmente, médicos, enfermeiros e psicólogos que trabalhem num hospital psiquiátrico ou num serviço de psiquiatria. Clique aqui para aceder ao questionário.

- "O Uso de Máscaras na Comunidade"
Investigadora Responsável: Ana Trovisqueira
O comportamento humano é central na transmissão do vírus da COVID-19. Na ausência de intervenções farmacológicas para a COVID-19, os comportamentos de todos nós assumem um papel central na sua prevenção. É urgente promover a adesão a comportamentos individuais de proteção como o uso apropriado de máscaras faciais. Este estudo explora os fatores associados ao uso de máscaras na comunidade. Pretendemos identificar como estão as máscaras a ser usadas e como apoiar as pessoas a usá-las de forma eficaz. Todos os adultos com 18 anos ou mais, podem participar. Use este link para participar.
Agradecemos que partilhe este link com os seus contactos nas redes sociais e por email. Muito obrigada!

- "Estratégias de coping face ao isolamento social – adolescentes vs adultos"
Investigadora Responsável: Raquel Gonçalves
"Confinamento social, e agora....? Queremos compreender que estratégias estão associadas a níveis de stress e ansiedade mais reduzidos, e níveis de bem-estar mais elevados durante este período. Existem diferenças entre as estratégias utlizadas por adultos e as estratégias utilizadas por adolescente? Vamos descobrir!" Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Impacto da COVID-19: o papel da resiliência na depressão, na ansiedade e no burnout em profissionais de saúde"
Investigadora Responsável: Ivone Duarte
O projeto de investigação "Impacto da COVID-19: o papel da resiliência na depressão, na ansiedade e no burnout em profissionais de saúde", coordenado pela Prof.ª Ivone Duarte, da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e investigadora do CINTESIS e pela Prof.ª Carla Serrão da Escola Superior de Educação do Politécnico do Porto e investigadora do INED, tem como objetivo avaliar o grau de resiliência, depressão, ansiedade e burnout dos profissionais de saúde em Portugal, quer estejam ou não diretamente envolvidos no combate à pandemia.
Os resultados permitirão delinear possíveis estratégicas de intervenção com este grupo específico em termos de saúde mental.
A sua participação é fundamental e imprescindível para o avanço da ciência. Agradecemos a sua colaboração. Aceda aqui ao questionário.

- "Saúde Familiar e COVID-19: Como Se Estão a Adaptar as Famílias?"
Investigadora Responsável: Laura Brito
A pandemia COVID-19 tem vindo a desencadear uma gama de stressores com diversas implicações na saúde física e mental dos indivíduos e da família. Consequentemente, a intrusão deste agente (stressor) no sistema familiar remete para uma necessidade, acrescida e desafiante, de adaptação por parte de todos os indivíduos no seio familiar. Mas como estarão as famílias a responder a este novo desafio?
O presente estudo de investigação está a ser desenvolvido pela Equipa de Investigação em Saúde Familiar & Doença, do Centro de Investigação em Psicologia, da Universidade do Minho, e tem como objetivo analisar o impacto de um conjunto de stressores relacionados com o trabalho, a família e a escola, durante o período de pandemia, na saúde dos indivíduos, bem como as estratégias familiares utilizadas para lidar com a situação atual. Os resultados servirão para informar a comunidade científica e contribuir para o desenvolvimento de programas comunitários, focados na promoção da saúde familiar. Aceda aqui ao questionário.

- "Impacto do COVID-19 no Bem-Estar Psicológico em Adultos em Confinamento Social em Contexto Familiar"
Investigadora Responsável: Laura Brito
A pandemia COVID-19 pode afetar o bem-estar psicológico dos individuos. Contudo, a identificação dos processos psicossociais envolvidos ainda não é completamente conhecida. O presente estudo de investigação está a ser desenvolvido pela Equipa de Investigação em Saúde Familiar & Doença, do Centro de Investigação em Psicologia, da Universidade do Minho, e visa compreender os fatores que contribuem para o bem-estar psicológico durante o período da pandemia em contexto familiar. Os resultados servirão para informar as comunidades científicas e contribuir para o desenvolvimento de programas comunitários, direcionados para a promoção do bem-estar psicológico em indivíduos adultos em contexto familiar. Aceda aqui ao questionário.

- "Perceção e comunicação de riscos em situação de crise: Construção de modelos de perigo baseados na evidência durante o surto epidémico pelo novo Coronavírus"
Investigador Responsável: Rui Gaspar
Este projeto pretende avaliar a perceção de exigências induzidas pela pandemia de COVID-19 (perigo, esforço e incerteza) e de recursos para lidar com estas (e.g. capacidades; disposições; suporte externo) como indicadores de avaliação de ameaça vs. desafio, para emitir recomendações de comunicação de riscos e comunicação de crise. Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Impacto social e psicológico da crise pandémica em migrantes brasileiros"
Investigadora Responsável: Sandra Roberto
No contexto de pandemia provocado pela COVID19 como estão os migrantes brasileiros a viver esta situação? O isolamento social, as situações de desemprego e pobreza associada, e a impossibilidade de encontrar um apoio de proximidade criam, muitas vezes, situações de grande vulnerabilidade social e psicológica. Este projeto pretende assim avaliar o impato social e psicológico da crise pandémica nos migrantes brasileiros em Portugal. Os resultados do projeto poderão ajudar a construir respostas adequadas às necessidades específicas desta população.
Aceda aqui ao questionário.

- "Saúde Mental em Tempos de Pandemia COVID-19 (SM-COVID19)"
Investigadora Responsável: Teresa Caldas de Almeida, MD
O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, através do seu Departamento de Promoção da Saúde e Prevenção de Doenças Não-Transmissíveis e ao abrigo do Programa FCT RESEARCH4COVID, está a realizar um estudo para avaliar o impacto da pandemia de COVID-19 na saúde mental e bem-estar dos profissionais de saúde, outros profissionais de primeira linha, cidadãos em distanciamento social, quarentena ou isolamento.
No Projeto Saúde em Tempos de Pandemia (SM-COVID19), os dados serão recolhidos por questionário e tratados com total confidencialidade. Prevemos obter respostas em três momentos, ao longo do evoluir da pandemia, e contamos com a sua colaboração.
Pretende-se que os resultados do estudo possam contribuir para a melhoria das respostas aos problemas de saúde mental das populações. Por este motivo, a sua participação é importante. Participe e ajude-nos a chegar a mais pessoas, partilhando o estudo e o questionário junto dos seus contactos! Aceda ao questionário AQUI.
Para mais informação pode aceder ao website do projeto em https://sm-covid19.pt/.

- "Consumo de tabaco e seus fatores determinantes na gravidez no contexto da pandemia COVID-19"
Investigadora Responsável: Ana Conde
O período de transição para a parentalidade é uma das fases mais desafiantes do ciclo de vida, acarretando inúmeros desafios para os diferentes elementos da família, particularmente para as mães que passam por grandes transformações físicas e psicológicas. Por sua vez, o período de incerteza e ameaça devido à pandemia COVID-19 pode tornar, pelo potencial risco associado, as mulheres grávidas ainda mais vulneráveis ao desenvolvimento de hábitos de consumo prejudiciais e ao acréscimo de sintomatologia ansiosa e depressiva que convém conhecer, para definição de planos adequados de intervenção. O presente estudo, coordenado pela Prof. Doutora Ana Conde (Instituto de Desenvolvimento Humano Portucalense, Universidade Portucalense) e pelo Prof. Doutor Antoni Baena (Unidad de Control del Tabaco, Instituto Catalán de Oncología; Universitat Oberta de Catalunya), tem como objetivos: 1) Descrever os hábitos tabágicos das mulheres grávidas no contexto da pandemia por COVID-19 que atravessamos; 2) Explorar fatores associados à manutenção do consumo de tabaco durante a gravidez, nomeadamente o efeito da sintomatologia ansiosa e depressiva sentida durante o mesmo período; e 3) Explorar a perceção das gestantes sobre as utilidade das medidas de intervenção na cessação tabágica durante o período de gravidez.
Se está grávida neste momento, independentemente de ser fumadora ou não, e tem mais de 16 anos, por favor, preencha o seguinte link, e/ou partilhe-o!

- "Estudo do impacto da pandemia (COVID-19) na saúde mental e em variáveis psicológicas relevantes em psicoterapia"
Investigador responsável: Bruno Faustino
Venho por este meio convidá-lo(a) a participar numa investigação on-line, que pretende estudar os impactos da pandemia (COVID-19), na saúde mental dos portugueses. Somos uma equipa de investigadores supervisionada pelo professor doutor António Branco Vasco, docente na Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa. Para participar, basta responder a alguns questionários on-line, com uma duração média de 30 minutos. A sua participação é voluntária e pode desistir a qualquer momento. Aceda aqui ao questionário.

- "Avaliação da sobrecarga, humor e stress do cuidador informal da pessoa com lesão cerebral adquirida no contexto do COVID-19"
Investigadora Responsável: Sofia Carlos de Aguiar
Esta investigação tem como finalidade avaliar a sobrecarga, o humor e o stress do cuidador informal da pessoa com lesão cerebral adquirida durante o COVID-19. Pretendemos identificar necessidades prioritárias dos cuidadores informais, com o objetivo de desenvolver respostas de apoio psicológico passíveis de diminuir a sobrecarga e as alterações emocionais resultantes da prestação de cuidados neste contexto excecional. Este questionário destina-se a todos os cuidadores informais com mais de 18 anos que tenham prestado cuidados a familiares com lesão cerebral adquirida (por ex., acidentes vasculares cerebrais, traumatismos crânio-encefálicos, tumores cerebrais, doenças infeciosas) nas últimas 4 semanas. Clique no seguinte link para aceder ao questionário.

- "Parentalidade em tempo de COVID19"
Investigador responsável: Ana Almeida
Um grupo de investigadores de universidades portuguesas e espanholas está a realizar um estudo sobre a parentalidade em tempo de COVID19. Neste momento em que o confinamento alterou o quotidiano de adultos e crianças procuramos conhecer a realidade das famílias e o esforço que tem exigido acomodar mudanças nas rotinas diárias, no convívio e no comportamento de pais e filhos. Trata-se de um questionário dirigido a pais com filhos até aos 18 anos. Colabore e ajude a divulgar o estudo através da sua rede de contactos. O questionário está disponível online de 15 de maio a 15 de junho no link: Quest_Parentalidade em COVID19

- "PSY-COVID19"
Investigador Responsável: Jorge Luis Méndez Ulrich
O estudo PSY-COVID19 é desenvolvido por universidades de 15 países com o objectivo de conhecer os efeitos psicossociais da pandemia do COVID-19 e melhorar a prevenção do contágio. O promotor do estudo é a Universidade Autónoma de Barcelona. Participe e Partilhe! Aceda aqui ao questionário.

- "Sono e CoVID - impactos e riscos nos psicólogos"
Investigadora Responsável: Rute Sousa
A pandemia CoVID-19 foi uma experiência inédita e inesperada para todos nós. Numa perspectiva de mitigar os aspectos negativos e e obter resultados positivos em saúde e bem-estar, realizamos este estudo. Pretendemos saber qual o efeito desta época sobre si, os seus hábitos, as suas relações, doenças, humor e estilos de vida.
Obrigada por participar! Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Parentalidade e redes sociais de apoio de pessoas lésbicas, gays, bissexuais (LGB) e heterossexuais: uma abordagem diádica, intergeracional e intercultural"
Investigadora Responsável: Daniela Leal
A parentalidade é uma transição de vida importante e desafiante que faz parte dos projetos de vida de muitas pessoas, independentemente da sua orientação sexual. Esta transição merece atenção de ciências como a Psicologia, na medida em que uma compreensão mais aprofundada poderá facilitar e melhorar essa transição. Deste modo, é importante conhecer o modo como as diferentes pessoas antecipam vir (ou não) a tornar-se pais/mães e quais as dificuldades e fontes de apoio que consideram mais relevantes nesse processo. Em particular, interessa-nos saber como a orientação sexual pode influenciar os projetos parentais.
Posto isto:
• Se tem entre os 18 e os 60 anos e não tem filhos/as
Ou
• Tem filhos/as e pelo menos um/a deles/as tem menos de 18 anos
Convidamo-lo/a a participar neste estudo (que demora, aproximadamente, 20 minutos), e faz parte de um projeto de Doutoramento financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (SFRH/PD/BD/143068/2018), a decorrer na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto. Clique aqui para aceder ao questionário.

- "O processo de luto e a pandemia por COVID-19: estudo transnacional sobre o seu impacto ao nível do bem-estar."
Investigadora Responsável: Daniela Alves Nogueira
A atual pandemia por COVID-19 introduziu novos constrangimentos para a vida das pessoas, com repercussões significativas no seu bem-estar. Este estudo, implementado em vários países europeus e apoiado pela Ordem dos Psicólogos Portugueses, pretende avaliar as repercussões da pandemia no bem-estar emocional e no processo de luto de entes queridos. Solicita-se a colaboração de pessoas com idade igual ou superior a 18 anos que tenham experienciado uma perda por morte nos últimos dois anos para o preenchimento de alguns questionários. Disponibilizamos alguns contactos úteis para receber apoio especializado caso tenha necessidade. Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Influência do Stresse associado aos efeitos da COVID-19 e suas implicações na Relação Conjugal e Satisfação Sexual dos indivíduos"
Investigadora Responsável: Rosa do Carmo Sousa do Amaral
Vivemos tempos desafiantes que nos impõem novos hábitos e regras. Por causa da pandemia, muitos casais tiveram de ficar em casa, em quarentena, uma realidade que pode aumentar ou confirmar a solidez ou ruptura na relação a dois. Neste sentido, este estudo, tem como objetivo estudar a influência do Stresse associado à COVID - 19 na relação conjugal e satisfação sexual dos indivíduos. Clique aqui para aceder ao questionário. Para contatar a equipa do estudo pode enviar mail para investigacao.covid19@hotmail.com.

- "Burnout nos Profissionais de Saúde durante a Pandemia COVID-19"
Investigadora Responsável: Rita Veloso
No âmbito do Mestrado Integrado em Psicologia da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto e sob a orientação da Professora Doutora Filomena Jordão encontra-se a desenvolver um estudo com o objetivo de determinar a prevalência de Burnout em Profissionais de Saúde durante a Pandemia COVID-19. Este questionário destina-se a médicos, enfermeiros, técnicos superiores de saúde, técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica, assistentes operacionais/auxiliares ação médica e detentores de cargos de administração/gestão em Instituições de Saúde. O questionário é composto por 6 grupos de questões, é anónimo e ser-lhe-á garantida a confidencialidade dos dados individuais, e não demorará mais de 10 minutos a preencher.
Muito obrigada pela sua Colaboração e, especialmente, pela Dedicação a todos nós nesta fase difícil e desafiante. Aceda ao questionário aqui.

- Fase 2 do projeto transcultural intitulado "COVID-19: Efeitos de um Stressor Global nas Relações Conjugais"
Investigadora Responsável: Ana Paula Relvas
No início do ano, o mundo foi assolado por uma crise pandémica com graves efeitos a nível pessoal, profissional, social e familiar. O confinamento à habitação e o isolamento social contribuiriam para o aumento do stresse, ansiedade e depressão. Assim, pretendemos compreender como evoluiu o impacto da COVID-19 nos indivíduos e nos casais, agora que estamos em plena fase de desconfinamento. Este projeto enquadra-se num estudo internacional, que decorre em mais de 40 Universidades nos 5 continentes, em países afetados pela COVID-19 (p. ex., Portugal, Coreia do Sul, Estados Unidos da América, Itália); é coordenado por Ashley Randall (Universidade do Estado do Arizona) e, em Portugal, por Ana Paula Relvas (Universidade de Coimbra).
Solicitamos a vossa colaboração neste estudo, através do preenchimento do questionário e/ou da sua divulgação junto da vossa rede de contactos. Para tal basta seguir este link: COVID-19:_Fase 2_Efeitos na Conjugalidade. Agradecemos o vosso o contributo.

- "COVID-19: Impacto do isolamento social na saúde mental de adultos e idosos"
Investigadora Responsável: Sandra Freitas
A Professora Doutora Sandra Freitas lidera a equipa do projeto "COVID 19: Impacto do isolamento social na saúde mental dos adultos e idosos", apoiado pelo programa RESEARCH 4 COVID 19 da Fundação para a Ciência e Tecnologia. Este projeto visa compreender o real impacto que o isolamento social, necessário face à pandemia COVID-19, tem na saúde mental de adultos e idosos portugueses, nomeadamente ao nível da sintomatologia depressiva, na qualidade e satisfação de vida, na capacidade funcional, nas queixas de memória e no estado cognitivo. Tem ainda por objetivo promover a literacia da população portuguesa para a saúde mental através de recursos online disponíveis em https://www.cuidaidosamente.pt/.

- "Impacto da pandemia de covid-19 no desenvolvimento e agravamento de sintomatologia obsessivo-compulsiva"
Investigadora Responsável: Catarina Carreto
A Consulta do Espetro Obsessivo-Compulsivo e Tiques do PIN - em todas as Fases da Vida encontra-se a realizar um estudo sobre o impacto do Covid-19 (confinamento e desconfinamento) no surgimento e agravamento de sintomatologia obsessivo-compulsiva. Gostaríamos de contar com a vossa colaboração através da divulgação e/ou preenchimento do questionário. Para participar necessita de ter mais de 18 anos e dominar a língua portuguesa. Contamos com a vossa participação! Clique aqui para aceder ao questionário.

- "RESILIENCE – Autorregulação e Hábitos Saudáveis como fatores protetores em contexto de pandemia – evidência da COVID-19"
Investigadora Responsável: Sónia Sousa
Gostaríamos de o convidar a participar no estudo "RESILIENCE – Autorregulação e Hábitos Saudáveis como fatores protetores em contexto de pandemia – evidência da COVID-19. Através do presente projeto, esperamos recolher dados sobre a importância dos processos cognitivos de autorregulação como ferramenta essencial na prevenção e mitigação dos efeitos negativos da COVID-19 -ou situações pandémicas similares- na saúde física e mental.
A sua experiência e participação são altamente valorizadas pela equipa de investigação.
As questões que lhe propomos não deverão demorar mais de 15 minutos a responder.
Aceda ao questionário aqui.

- "Como dormimos em tempos de pandemia?"
Investigadora Responsável: Ana Allen Gomes
A Associação Portuguesa do Sono (APS) e o CINEICC (Unidade de Investigação da FPCE-Univ. Coimbra) estão a conduzir um estudo sobre o sono de pessoas adultas, em termos de horários, duração, qualidade e eventuais queixas de insónia.
Para participar, basta preencher anonimamente um breve formulário online (5-10 minutos). Agradecemos a sua participação e a difusão do link pelos seus contactos. Pretende-se chegar a participantes de todas as regiões do país e com as mais variadas ocupações.
Aceda ao questionário aqui.
Os responsáveis pelo estudo - Ana Allen Gomes, Mariana Miller Mendes, Vanda Clemente e Joaquim Moita (CINEICC e APS) - estão disponíveis para esclarecer qualquer dúvida que tenha, através dos emails a.allen.gomes@fpce.uc.pt ou direcao@apsono.com

- "Relação entre tempo de ecrã, sono e contextos de aprendizagem no funcionamento executivo e desenvolvimento global de crianças em idade pré-escolar"
Investigadora Responsável: Soraia Cristo
Com o objectivo de analisar o tempo de ecrã, hábitos de sono e contextos de aprendizagem de crianças em idade pré-escolar, o Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa em colaboração com a Universidade de Vilnius - Lituânia elaborou um questionário online para pais/cuidadores de crianças entre 1 e 6 anos por forma a contribuir para um melhor conhecimento das rotinas diárias das crianças nestas idades durante os meses de isolamento social pelo surto de COVID-19. Aceda aqui ao questionário.

- "Pais à beira de um ataque de nervos! Stress, auto-regulação e parentalidade mindful em pais portugueses durante a pandemia por COVID-19"
Investigadora Responsável: Rita Nogueira
O presente estudo debruça-se sobre stress e estratégias parentais durante a pandemia por CoronaVírus. A sua participação é voluntária e contamos consigo para nos ajudar a compreender as dificuldades e necessidades atuais e futuras das famílias. As respostas são absolutamente anónimas e confidenciais. Aceda aqui ao questionário.

- "Uso de Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) na Psicologia e promoção da Saúde Mental em Portugal: antes, durante e depois da Pandemia"
Investigadora Responsável: Patrícia Gamboa
O presente estudo pretende compreender o uso de Tecnologias de Informação e Comunicação na prática profissional dos Psicólogos e compreender que recursos tecnológicos (e.g., Apps, plataformas, questionários online) gostariam os psicólogos de dispor no futuro para apoiar as suas intervenções. Clique aqui para aceder ao questionário.

- "Impacto da participação num Grupo de Apoio Psicológico Online na saúde psicológica de sujeitos em contexto de Pandemia da Covid19"
Investigadora Responsável: Teresa Heitor Ferreira
Os Grupos de Apoio Psicológico Online (GAPO) são um serviço gratuito da Associação Portuguesa de Psicanálise e Psicoterapia psicanalítica (AP), onde 12 psicoterapeutas se juntaram para, através do seu background, darem resposta a quem mais precisa neste contexto de pandemia. Estes são grupos terapêuticos de apoio psicossocial, onde, através da dinâmica de grupo, as pessoas podem rever as suas angústias espelhadas nos seus pares. Nesta dinâmica, pretende-se reforçar as estratégias de coping positivo previamente existente em cada um e potenciar o empowerment que optimizará a evolução individual, no contexto de pandemia, e a recuperação da autonomia e dos objectivos de vida de cada pessoa. Aceda aqui ao Formulário para inscrição nos GAPO.

- "ResiliScence 4 COVID-19 Social Sensing & Intelligence for Forecasting Human Response in Future COVID-19 Scenarios, towards Social Systems Resilience"
Investigador Responsável: Rui Gaspar (Universidade Católica Portuguesa, Faculdade de Ciências Humanas)
No âmbito do projeto científico ResiliScence 4 COVID-19 financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia através do programa Research 4 COVID19 - 2ª edição, convidamo-la(o) a participar numa investigação que pretende analisar como os cidadãos avaliam a situação atual e os riscos associados à pandemia por COVID-19, e como agem em função dessas avaliações. Antes de decidir participar, é importante que entenda os objetivos desta investigação e as suas implicações. Para isso deverá dar o seu consentimento informado. Poderá ler o consentimento informado, clicando aqui. Caso aceite participar, por favor responda às várias questões que lhe forem colocadas, após dar o seu consentimento. Clique aqui para aceder ao questionário. Agradecemos desde já pelo importante contributo que dará para o combate à atual pandemia por COVID-19.

- "Estudo de Avaliação de Faces"
Investigadora Responsável: Sandra Cristina de Oliveira Soares
Como meio privilegiado no contacto social, a face acarreta particular relevância para os seres humanos. Ao participar neste estudo está a contribuir para uma melhor compreensão da forma como o contexto pode influenciar a nossa perceção de faces e, em última análise, moldar o nosso comportamento social. Clique aqui para participar.