Ordem dos Psicólogos

Certificação APCER

Consenso após várias reuniões

Três Especialidades para a Psicologia

25.Julho.2014

Na sequência dos vários momentos de discussão criados para o efeito – debates regionais, focus groups, grupos de trabalho, entre outros – um consenso emergiu em torno das três especialidades clássicas da psicologia: 1. Psicologia do Trabalho, Social e das Organizações 2. Psicologia da Educação 3. Psicologia Clínica e da Saúde

Estas áreas correspondem a contextos onde um número significativo de psicólogos exerce como atividade principal. A organização em três grandes áreas permite que haja mobilidade entre áreas próximas e facilita a transição profissional. São poucos os psicólogos que trabalham exclusivamente no mesmo contexto específico ao longo da sua vida profissional.

Ao longo da discussão verificou-se ainda que certos domínios de especialidade avançada têm maturidade suficiente e devem ser incluídos na estrutura das especialidades:

     a) Psicoterapia

     b) Psicologia da Justiça/Forense

     c) Neuropsicologia

     d) Psicologia Comunitária

     e) Outras

Ao encontro do que é feito em alguns países da Europa, essas áreas serão consideradas, num segundo nível, enquanto especialidades avançadas. Isto permite que os psicólogos possam ser considerados particularmente habilitados para trabalhar em domínios específicos e simultaneamente transitar facilmente para áreas similares.

Com esta proposta, defende-se uma lógica de especialização progressiva para a Psicologia que respeita a complexidade e diversidade do exercício profissional dos psicólogos.