Ordem dos Psicólogos

Certificação APCER

Trilhos de Psicologia passaram pelo distrito de Setúbal

26.Maio.2022

A direcção nacional da Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP) e a direcção da Delegação Regional Sul (DRS) visitaram esta terça-feira, 24 de maio, algumas instituições onde trabalham psicólogos no distrito de Setúbal.

A visita começou às 9:00, na Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados do Seixal e Almada (CERCISA). Ali, foram abordadas situações relacionadas com as respostas sociais desta cooperativa: Intervenção Precoce, Centro de Actividades de Capacitação para a Inclusão (CACI), Centro de Recursos para a Inclusão, Escola de Educação Especial, Formação Profissional, Lar Residencial e Residência Autónoma.

Foi referida a importância do trabalho em equipa, do vínculo à organização e dos processos de autocuidado da equipa, nomeadamente a formação, supervisão e intervisão. Foi, ainda, identificada a necessidade de melhor articulação com outras entidades da área envolvente. Uma das questões mais preocupantes abordadas foi a necessidade de revisão dos mecanismos de financiamento destas instituições e dos seus projectos, simplificando procedimentos e melhorando a cobertura de respostas de modo que aqueles que mais deles necessitam tenham acesso aos serviços e criando uma maior perspectiva de intervenção, com financiamentos mais a prazo e não limitados a um período curto. Uma das preocupações mais significativa que daqui resulta refere-se aos jovens acompanhados que quando atingem os 18 anos ficam por vezes em casa, sem qualquer resposta de integração, formativa ou outras.

Às 11:00, a direcção da OPP reuniu-se com os psicólogos do Centro de Resposta Integradas (CRI) – Equipa Técnica Especializada de Tratamento de Almada. A perca de identidade e a menor valorização e investimento neste serviço de tratamento de utentes com comportamentos aditivos e dependências de substâncias psicoativas lícitas ou ilícitas, quando deixaram de estar sob a alçada do antigo IDT (atual SICAD) e passaram para a tutela da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, foi um dos temas centrais da reunião. Nela abordou-se, também, a transformação da resposta deste Centro nas últimas três décadas, quer no que se refere ao contexto da intervenção, quer inclusivamente no que se relaciona com as novas dependências, bem como a necessidade de reforçar a colaboração com outras estruturas públicas (do SNS; da Justiça, da Segurança Social) e da comunidade, potenciando a intervenção do centro, a sua especialização e potencial contributo e a sua capacidade de resposta.

Já na parte da tarde, às 15:00, o Auditório do Complexo Municipal dos Desportos Cidade de Almada (Feijó) foi palco de uma reunião com mais de duas dezenas de psicólogas do distrito, das mais diversas áreas de atuação. Um encontro onde se realçou importância destes momentos de partilha e de criação de redes de contacto e ainda do autocuidado e que serviu para se discutir o momento actual da Psicologia e os desafios (e oportunidades) que se colocam à prática das psicólogas e psicólogos nos diversos e múltiplos contextos de intervenção.

Pela direcção nacional estiveram presentes o Bastonário, Francisco Miranda Rodrigues, a vice-presidente Renata Benavente e Tiago Pereira. A representar a direcção da DRS, a sua presidente Raquel Raimundo, Ana Meira e Gabriel Soares.

Os Trilhos da Psicologia são uma iniciativa da Ordem dos Psicólogos Portugueses que consiste num conjunto de visitas a instituições locais e/ou locais de trabalho de psicólogas e psicólogos, com o objetivo de conhecer melhor a realidade da intervenção psicológica de uma determinada região, promover e divulgar boas práticas e auxiliar na construção de redes de contacto locais, de forma a beneficiar os cidadãos da zona.